Sábado, 13 de Novembro de 2004

A Saúde pela "Hora da Morte"

Enfermagem.JPG

Nós últimos tempos, muito se tem especulado, sobre as funções que os Enfermeiros desempenham.



De repente, todas as pessoas se viraram contra os Enfermeiros, considerando por vezes a profissão de Enfermagem como uma parasita que se aglomera e se amontoa nos Hospitais Portugueses em particular e Mundiais em geral.



Somos maus, somos inúteis, somos incompetentes, somos tudo aquilo que as pessoas querem que sejamos.



Contudo algumas perguntas deverão ser feitas, antes de toda esta inútil discussão:



Mas afinal quais são as funções dos Enfermeiros?



Será que o verdadeiro senso comum sabe quais são as nossas funções?



De certeza que não. Pois se realmente o soubessem, não quereriam substituir os Enfermeiros por Técnicos Auxiliares de Acção Médica.



Antes de voltar a este assunto, gostaria de realizar uma outra questão:



Mas afinal quem são os Técnicos Auxiliares de Acção Médica?



Os Técnicos Auxiliares de Acção Médica, são pessoas com o 9.º ano ou pouco mais que isso, que tiraram um curso intensivo, de alguns meses, que os habilitam ao auxilio de cuidados de saúde aos indivíduos hospitalizados.



Como tal, os Técnicos Auxiliares de Acção Médica, não se apercebem de determinados sintomas e sinais que os indivíduos possam apresentar, não sabem realizar nenhum tipo de diagnóstico, nem tão pouco sabem planear algum tipo de acção hospitalar.



Não quero com isto, denegrir a imagem destas pessoas. Mas afinal, não lhes são ensinadas a avaliar certos sintomas. Eles apenas se limitam a auxiliar os Médicos ou Enfermeiros.



Digo isto, pois medir, toda as pessoas sabem fazer; executar, todas as pessoas sabem realizar determinado acto (quando devidamente ensinadas); agora, avaliar, já nem todas as pessoas o conseguem fazer.



Avaliar, implica muitos conhecimentos. Implica conhecer bem os sintomas das pessoas, saber de onde eles surgem e conhecer os métodos e as técnicas para os tratarem.



Então, se os Técnicos Auxiliares de Acção Médica, não têm formação para avaliar, para prescrever ou para diagnosticar, porque é que querem que eles substituam os Enfermeiros?



Será uma medida para poupar dinheiro? (pois é mais barato empregar um Técnicos Auxiliar do que um Enfermeiro… e mesmo assim somos mal pagos, pois somos pagos como um curso bacharelato, quando Nós possuimos um grau de licenciatura… mas isso já é mais culpa da nossa Ordem, que não luta pelos nossos direitos).



E porque será que estas medidas estão a tentar ser implementadas?



Será por culpa do Ministério, que agora quer tentar tirar lucros com a Saúde?



Ou será culpa dos próprio Enfermeiros, que relegaram funções suas, a profissionais não qualificados, para as realizar?



Certamente que, tudo isto terá uma explicação lógica e claro, interesses mesquinhos, estarão sempre por de trás de todas estas especulações.



Bem!!! resta aos futuros Enfermeiros esperar por um futuro risonhos, pois como diria um certo ditado popular:



“Com a Saúde não se brinca!!!”

publicado por Pica às 00:33
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De Anónimo a 24 de Dezembro de 2004 às 16:29
Parece que estás muito mal informado sobre o que é a Enfermagem e o que é ser Enfermeiro. Qual luta contra os Médicos? A única luta existente entre os Enfermeiros e os Médicos é a de que a profissão de Medicina estar na Universidade e ter muitos privilégios e a profissão de Enfermagem não ser considerado um curso Universitário e se quisermos progredir na carreira temos de nos deslocar a Espanha para tirar Doutoramentos, pois isso não nos é permitidos realizar aqui em Portugal … felizmente que, possivelmente daqui a dois anos, com a união das Escolas de Enfermagem isso já será possível cá em Coimbra. Quando ao que tu dizes sobre ajudantes de Enfermagem, infelizmente os ajudantes só realizam essas tarefas, pois os inúteis dos Enfermeiros dessas alas Hospitalares o permitem realizar, porque tal como eu disse mudar um soro todas as pessoas sabem realizar, agora saber quais as razões que levaram a essa mudança, saber porque é que um indivíduo está a levar o soro, saber quais os efeitos do soro no organismo, saber se da próxima vez é necessário haver maior quantidade de soro por unidade de tempo a ser ingerido pelo organismo, … aposto aquilo que tu quiseres, que eles já não o sabem realizar. Concordo com o que tu dizes de os Enfermeiros estarem fechados nos seus escritórios a fumarem o ser cigarrinho (isso também não deveria ser permitido dentro de uma instituição Hospitalar). Infelizmente como todas as profissões existem bons e maus profissionais e a Enfermagem não foge a regra. Detesto também ver Enfermeiros na rua com a sua bata de trabalho vestida e depois vão para dentro das Enfermarias cuidarem de pessoas imunodepremidas, ou espirrarem e limparem a mão à bata… é assim que surgem as infecções hospitalares… mas compete-nos a Nós Futuros Enfermeiros, combater isso a todo o custo. Quanto às tuas acusações, felizmente a “carapuça” não me serve (embora conheça muito boa gente assim), mas não concordo com o que tu dizes de as Enfermeiras com o 5.º ano de escolaridade saberem mais coisas que os Enfermeiros de hoje (embora também haja excepções)… é que é por causa delas que a Enfermagem está como está. Pois outrora a Enfermagem embora não fosse considerada uma licenciatura era de um bom posto social, e como tal muitas das pessoas iam para Enfermagem, não como vocação mas como alternativas válidas. Acontece que é por causa disso, que os auxiliares desempenham as funções que desempenham, pois são principalmente essas pessoas (como tu dizes) com 5.º ano, que estão sentadas no seu gabinete a fumar, enquanto os auxiliares desempenham as funções que deveriam ser desempenhadas pelos profissionais de Enfermagem (se tu perguntares como é que essas pessoas chegaram a Enfermeiros… vais perceber as minhas palavras). Gostei da tua opinião, vai exactamente de encontro a opinião geral do senso comum… acontece que, essas medidas mais cedo ou mais tarde, irão colocar ainda mais a situação da saúde Portuguesa, mais caótica do que já está. Fica Bem!!!Pica
(http://Picanucu.blogs.sapo.pt)
(mailto:NunitoSantos@iol.pt)


De Anónimo a 15 de Dezembro de 2004 às 13:05
As pessoas não são bestas.As pessoas já estiveram hospitalizadas ou familiares seus.E não adultere o que o Estado quer.Não seja mentiroso seu enfermeiro talvez de meia tijela.Tem um curso talvez superior mas isso não faz de si á priori um bom profissional.Ainda existem enfermeiras com o 5º ano antigo que se calhar nem aos pés delas vocês chegam, seus enfermeiros de gabinete que só querem é fumar e jogar nos computadores que os doentes ficam para nmós vigiarmos.Cambada de preguiçosospescador100rede
</a>
(mailto:pescador100rede@sapo.pt)


De Anónimo a 15 de Dezembro de 2004 às 13:01
A nova luta dos enfermeiros

Antes era uma luta mesquinha contra entre aspas os médicos.A eterna rivalidade e insegurança contra os médicos agora voltou-se contra os auxiliares.

Afinal o que quer esta classe de trabalhadores? Deviam definir-se.
A classe de ajudantes de enfermagem foi criada porque havia necessidade de apoio aos enfermeiros e foi destituída pelos mesmos acharem que já não havia necessidade

Agora pretende-se criar uma classe nova baseada nas antigas características dos ajudantes de enfermagem e eles temem.

Mas porquê?Têm medo de haver menos vagas de enfermeiros e mais de auxiliares?Mas nós devemos todos pensar no bem do doente e do pais no geral.Com esta classe o pais poderá poupar mais dinheiro sem perder a qualidade de serviço ao doente.Em Espanha assim acontece e parece-me bastante válido o sistema.

Mas volto a perguntar.Que temem os enfermeiros.Na Amadora-Sintra vi muitas vezes auxiliares porem soros, regulá-los, verem temperaturas e nunca ouvi nenhum enfermeiro contestar. Será que é bom ter auxiliares que lhe façam o trabalhinho deles enquanto fumam descansadinhos nos seus gabinetes e enquanto recebem o deles?pescador100rede
</a>
(mailto:pescador100rede@sapo.pt)


De Anónimo a 17 de Novembro de 2004 às 18:44
Pois é isso mesmo Pegão, querem-nos atirar areia para os olhos, mas não nos podemos deixar levar por essas lérias. Fica bem!!! PS: tem cuidado com a merda da linguagem, caralho!!!Pica
(http://Picanucu.blogs.sapo.pt)
(mailto:NunitoSantos@iol.pt)


De Anónimo a 13 de Novembro de 2004 às 01:04
É bem! É bem! Santos.......
Vamos mandar pó caralho este governo que nos kerer deixar sem emprego(pa sobrar + dinheiro pós tachos),não se importando nada comm a qualidade de merda ke estão a kerer dar à saúde kom a atribuição de competencias de ENFERMAGEM a um grupo de Carniceiros!! sem instução nenhuma!! ke não seja o ke lhes ensina o Castel Branco na merda dos serôes da TVI.....
NAC
</a>
(mailto:sirnac53@sapo.pt)


Comentar post