Domingo, 13 de Março de 2005

Vamos Brincar aos Enfermeiros

Enfermeira.JPG

Tenho andado um pouco atarefado. É que amanhã, vou iniciar mais uma semana chata de estágios de observação.



Inicialmente iria estagiar para o Centro de Saúde Norton de Matos e para o Centro de Saúde de Eiras, visto a minha área de interesse ter como objectivo a promoção de estilos de vida saudáveis, nos diferentes contextos oferecidos pela comunidade.



Acontece que a Sr.ª Dr.ª “Não sei das quantas” decidiu que não queria oferecer mais serviço público à Enfermagem, pois afirmou que já possuía suficientes alunos nas instalações do Centro de Saúde Norton de Matos. Assim sendo, vou ter que me contentar com uma semana, de estágio, no Centro de Saúde de Eiras (por acaso, até estive lá o ano passado… leiam o artigo de 9 de março 2004), agora nas suas novas instalações.



A conversa é sempre a mesma, no que conta a estagiários “foge tudo a sete pés”, e eu ainda tive muita sorte em ter uma semaninha de estágio de observação, porque, existem muitas gente, que nem esta experiência vai ter, porque alguns serviços de instituições como os Hospitais da Universidade de Coimbra e do Hospital Pediátrico, não deixam ir para lá estudante do 1.º e do 2.º ano, observarem as acções executadas por eles.



Pois é, nós os estagiários somos sempre vistos com um grau de desconfiança, por parte das outras pessoas, mas somos estudantes, precisamos de aprender. É óbvio que poderemos ter dificuldade em realizar algumas acções, mas porra!!! Ainda não somos verdadeiros profissionais de saúde… ainda estamos a aprender, é óbvio que não iremos fazer as coisas do mesmo modo, que alguns Enfermeiros com 10 anos de experiência, realizam.



Dizem que há falta de Enfermeiros e de Médicos, mas na minha opinião se essa lacuna fosse preenchida com estudantes estagiários, de certeza que essa diferença, não se iria notar assim tanto.



Bem, resta-me desejar a mim próprio uma semana rica em experiências e que aprenda alguma coisa, com este estágio.

publicado por Pica às 15:33
link do post | comentar | favorito
|
14 comentários:
De Anónimo a 25 de Abril de 2005 às 22:08
Óh Sôtor, Sôtor... Óh Sôtor, Sôtor!!! Querias tu ser meu prof, mas infelizmente não o és. Manda lá um toque, que eu fico à espera, cheio de medo, de tal reacção... aliás... não fiz nada de mal!!! Vai aparecendo por cá. Portate!!! Pica
(http://Picanucu.blogs.sapo.pt)
(mailto:NunitoSantos@iol.pt)


De Anónimo a 18 de Abril de 2005 às 02:55
" mais, até tive quase o prazer, de assistir, a um orgasmo, de uma mulherzita, durante um exame citológico"..
Tens sorte em não ser eu o teu professor a orientar esse estágio... Muita sorte mesmo...
Mas deixa lá que eu hei-de dar-lhe um toque....Prof
</a>
(mailto:blue@sapo.pt)


De Anónimo a 4 de Abril de 2005 às 21:44
Ok!!! Acredito que talvez alguns deles a tenham feito... aliás depois de lhes explicar o que era, houve um misto de risota e silêncio, logo daqui depreende-se que eles saberão do que se trata. O Problema foi mesmo, utilizar um palavreado apropriado, para a ocasião... para não ferir susceptibilidades (até porque, tinha uma profissão a defender). Não pensei em nada disso... e não te preocupes, porque "de cientistas e de louco, todos temos um pouco". Fica bem!!!Pica
(http://Picanucu.blogs.sapo.pt)
(mailto:NunitoSantos@iol.pt)


De Anónimo a 1 de Abril de 2005 às 10:03
O pior mesmo é a "recolha" de sangue propriamente dita...é muito traumatisante! Explicar a masturbação?! Acho que eles é que te podem esclarecer algumas dúvidas, ou achas que nunca o fizeram :P Os miúdos são cada vez mais precoces em tudo. Aliás, muitas pessoas têm medo que venha um crocodilo com cabeça de anaconda lá das profundezas do outro mundo e as devore caso digam que se masturbaram com uma melancia, melão, ananas sem a parte do meio (digo eu), enfim, deduzem que não é normal. Mas, muitos estudos comprovam que é bastante normal e tão natural como a sua sede!! Eu acho que é mais normal ainda na adolescência e em casos de "pescadores que lançam o isco, mas não pescam nada", se é que me faço entender!! fika bem e não penses que sou alguma tarada de serviço, apenas escrevo aquilo muitos pensam, mas não dizem!!bela
</a>
(mailto:merllin1@hotmail.com)


De Anónimo a 31 de Março de 2005 às 22:27
Ainda bem que concordamos os dois, com a questão dos estagiários (infelizmente parece que os senhores Ministros e não só, não concordam). Com que então medo das "Picas"!!!. Mas não faz mal, só tens que pensar que na melhor das probabilidades, só irás sentir o frio de uma agulha a penetrar-te na pele de 10 em 10 anos (por causa da vacina do tétano). Por acaso a semana até ultrapassou as minhas expectativas. O pessoal de Enfermagem e mesmo o pessoal Médico e Administrativo foram excelentes comigo. Sim, foi uma sessão de educação para a saúde sobre sexualidade. Mas a pior parte, não foi essa. Acho que a pior parte, foi sem dúvida, explicar aos miúdos de 10, 11 e 12 anos o que é a masturbação. No capítulo do casamento digamos que foi uma situação um pouco embaraçada… sou o Homem que toda a gente deseja, mas ninguém quer ter (por isso não sou assim tão Zézé camarinha)… Quanto à cena do psudoorgasmo (ou não) não era eu que estava a fazer a citologia, era o médico. Eu até nem cheguei a ver o procedimento todo, pois se tivesses dois Enfermeiros e um Médico a olhar para os teus órgãos mais íntimos, não deveria ser muito agradável… por isso eu decidi ir embora, para não perturbar mais à senhora e ela se sentisse menos retraída (mais tarde soube que não valeu de muito). Portate Bem!!! Pica
(http://Picanucu.blogs.sapo.pt)
(mailto:NunitoSantos@iol.pt)


De Anónimo a 30 de Março de 2005 às 04:17
O diagnóstico aqui da eu é que não cantaste só de galo, como soltaste o zézé camarinha que vivia aprisionado dentro do emaranhado de ossos, artérias, veias que formam a tua pessoa. É que um orgasmo, ouve lá…. Se, em 70% dos casos, arrisco eu, a mulher finge o orgasmo (só o sentido verdadeiramente nos restantes 30% - as contas não enganam); e, se sem um toque especial o efeito é imediato… bem .. há que ponderar – ou ela é orgasmo-maniaca ou, então, ganda GALO!! Quem sabe ainda vais dar consultas por telepatia a maridos desolados porque as mulheres fingem orgasmos!!
Com tanto sucexo com os “candeeiros”, acho que iluminar o dia de muitas jovens não é um jogo assim tão complexo (tudo bem que é para maiores de 5 anos, mas…). É uma questão de ter pulso, saber lançar os dados e deixa o resto com os deuses! Se o alvo fosse a Arlinda Mestre, imagino que fizesses figas para “sair 3 pintas” – uma ménage à trois… Aquela equivale por 2,3,4 (venham as que vierem), a adrenalina corre-lhe nas veias, parece a Linda Reis (estou sempre a mencioná-la, deve ser algum fetiche) versão light séc. XXI.
Já estou a divagar…fico-me por aqui e aguardo mais aventuras PICAntes do Sr. Pica
Saudações anti-alérgicas
bela
</a>
(mailto:merllin1@hotmail.com)


De Anónimo a 30 de Março de 2005 às 04:15
Bem… para quem dizia que ia ser “mais uma semana chata de estágio de observação”, bai lá bai…
Ora aí está…tinhas de participar numa sessão de educação para a saúde sobre sexualidade – “tá-se” mesmo a ver - que CHATICE!!!
Como manda a tradição, ensinaste a malta, exemplificando com a banana, qual experiência de laboratório?! (em caso afirmativo, só espero que ninguém se tenha engasgado, isto de comer uma banana é uma arte, algo que requer um certo talento :P). Ou não te coube a parte prática, sendo-te reservada a magnifica tarefa de dar uma palestra (isto das intervenções orais também não são más, suponho!!)?
Humm... pedido de casamento?! Rapaz muito concorrido..conta lá o segredo – é o olhar envolvente que as deixa perdidas, ou um olhar que camufla um apetite voraz por tudo o que seja melancia, melão, enfim frutas frescas (numa boa intenção, claro)? Ou serás estrábico e elas deleitam-se só por tentarem adivinhar para onde estarás a olhar (provavelmente, sentem uma maior adrenalina – há gostos pa tudo)? Bem… tão requisitado, tens que levantar um bocadinho o véu para a malta ter sempre dicas à mão (muitos amigos meus irião adorar).
Se um pedido de casamento já dá muito que pensar, imagine-se o Sr. Enfermeiro ir fazer domicílios. Eis o Enfermeiro Furacão em acção!
Não será difícil imaginar o chavascal, isto é, um verdadeiro reboliço no galinheiro, com tanta franga à solta até o galo canta! (isto das “senhouras”-donzelas mais ousadas é assim mesmo)
bela
</a>
(mailto:merllin1@hotmail.com)


De Anónimo a 30 de Março de 2005 às 04:12
Quando dizes que “ se essa lacuna fosse preenchida com estudantes estagiários, (…), não se iria notar assim tanto”, não deixas de ter razão. Aliás, a vontade de querer dar o seu best, enfim, a “pica” típica de um aprendiz de enfermagem faz com que a simpatia e a dedicação aos doentes seja brutalmente diferente da que os outros enfermeiros nutrem pelos doentes, neste caso, muito melhor. Já tive oportunidade de assistir a esse trabalho e … 7 estrelas. Até o dar a comida aos doentes, é como se tivessem a lanchar um gelado de 3 andares pulverizado com o exotismo provindo de certas frutas (quase erotismo…o poder das palavras!!), com uma morenaça cujas medidas de membros superiores ascendem o XXL.
Admiro mesmo o vosso trabalho… eu é que não tinha estômago para assistir a transfusões de sangue, por exemplo. Sofro de picatraumologia aguda (mesmo último grau),; o sangue é como se de água se tratasse, mas já a seringa parece um violador de veias sem escrúpulos, assassina em série de noites de sono, personagem principal dos meus pesadelos, bicho papão que morava debaixo da minha cama quando era chavalita. Como diz o outro: Vai um funaná?! (mudando de assunto…)
O título é bastante sugestivo e, pelos vistos, o “filme” do que passou lá no estágio...
bela
</a>
(mailto:merllin1@hotmail.com)


De Anónimo a 27 de Março de 2005 às 23:34
Wordy, Boa Pascoa para ti também!!!Pica
(http://Picanucu.blogs.sapo.pt)
(mailto:NunitoSantos@iol.pt)


De Anónimo a 25 de Março de 2005 às 19:32
Boa Pascoa Pica!!!!!Word_up
(http://serbenfiquista.blogs.sapo.pt)
(mailto:telma_benfica@sapo.pt)


Comentar post