Sexta-feira, 30 de Janeiro de 2004

As Palavras que Nunca te Direi

Nos dias que passam, ouvimos na rua, palavras tão banais, que nem nos apercebemos da gravidade que elas nos transmitem e do valor negativo que elas possuem.


A essas palavras damos o nome de Asneiras!!!


Mas porque é que as utilizamos?


Será que é porque nos sentimos frustrados por não fazer os mesmo que os outros fazem?


Ou por não possuir as mesmas coisas que os outros possuem, e por isso lhe chamamos esses nomes?


Estas são algumas das perguntas que ficam por responder.


Mas não pensem que eu vou tentar responder as estas questões. As suas respostas são muito subjectivas e cada um de nós é que deve tentar responder a elas o melhor possivel, de acordo com aquilo que somos e de acordo com aquilo que pensamos à cerca das mesmas.


Eu pessoalmente, não sou do contra, porque também de vez em quando as utilizo (ninguém é de ferro, e quando nos enervamos, de vez enquando lá saí uma ou duas).


Só que, enervamo-nos nos momentos menos inesperados e por vezes em locais públicos, o que leva a sair uma asneirazita aqui e acolá, e depois é que nos apercebemos daquilo que fizemos, só que na maior parte das vezes já é tarde de mais.


Mas eu inventei uma solução para isso!!!


Porque não escrever um dicionário do asneiredo?


Em que aperecia a asneira e à sua frente aparecia o seu significado não perverso.


Por exemplo:


CARALHO: Pénis


FODER: Fecundar


PANELEIRO:Homossexual


Estas são algumas palavras que poderiam aparecer nesse dicionário do asneiredo. Assim, podiamos as utilizar e ser discretos na maneira como as utilizamos, querem ver um exemplo disto, aqui vai:


-Oh!!! Meu grande Homossexual, vai pó pénis que te fecunde!!!


Vejam lá se não fica melhor e mais discreto do que dizer:


-Oh!!! Meu grande Paneleiro, vai pó caralho que te foda!!!


Fica muito melhor e toda a gente pode utilizá-lo em diversas situações. Principalmente nas filas de trânsito. Isso aí, é que vai ser só ver condutores, com o seu livrinho do asneiredo ao seu lado a consultar as palavras mais apropriadas para chamar aos outros.


Mas eu estou mesmo a pensar escrever este dicionário.


Até tenho uma teoria à cerca da palavra MERDA.


MERDA não é uma asneira.


MERDA pode ter dois significados.


A palavra MERDA pode ser: uma orientação geográfica e uma demostração da qualidade de um trabalho de uma pessoa.


Por exemplo:


Quando dizemos: Olha!!! vai à MERDA!!!


Isto indica um sitio especifico onde essa pessoa se deve dirigir, ou seja um certo local geograficamente exposto no globo terrestre e que não sabemos muito bem onde fica.


E por exemplo:


Quando dizemos: Olha pa MERDA que tu fizeste!!!


Isto demostra a qualidade do trabalho dessa pessoa, ou seja o trabalho dessa pessoa é uma MERDA. Aí está a qualidade do mesmo.


Pois é meus amigos!!! em vez de se escreverem livro tão didáticos como este, põem-se a escrever livros como o Harry Potter e a dar livros na escola como os Maias, ou a Aparição. É devido a isso que os nossos "pequenitos" não aprendem o que devem aprender e tiram notas tão más nos exames de Português. (Quer dizer nos exames de Português, fora os outros, porque agora o que está na moda é tirar negativa a todas as disciplinas, mas isto fica para reflectir numa outra altura!!!).


Escritores de Portugal, acordai!!!.


Vamos levar de novo o nosso esplendor, tal como nos diz o nosso hino e que nos dias de hoje, está um bocado em baixo.


Ora bolas!!! É por isso é que este país não vai pa frente!!!

publicado por Pica às 00:03
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. Exp

. Fora com os D'ZRT

. Desabafos de Um Dia Exaus...

. Ao meu Paulão!!!

. Um Outro Portugal...

. Ha Bom!!! Afinal Faz Bem....

. Ao Fiel Amigo Barbeiro...

. Um Momento Poético

. Fogo!!! o mesmo Problema ...

. Dia Mundial de Luta Contr...

.arquivos

. Dezembro 2007

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds