Quarta-feira, 31 de Março de 2004

Bebedeiras Históricas II

Hoje resolvi continuar, o meu espaço intitulado "bebedeiras históricas", que iniciei a algum tempo atrás (se não a leram, é favor de não continuar a ler este artigo e dirigirem-se imediatamente para o artigo do dia 31 de janeiro...já!!!).


Esta bebedeira aconteceu comigo, nas primeiras semanas de aulas e foi um bocado peculiar (já vão perceber porque é que eu afirmo isto!!!).


Então aqui vai!!!


Estava eu na minha escola, (Escola Superior de Enfermagem Dr. Ângelo da Fonseca) quando resolvi comprar os livros de Anatomia e Fundamentos para estudar (pois eles são indipensáveis a qualquer enfermeiro!!!).


Mas nesse dia (pa não variar!!!) havia praxes!!!


(Isto é só o enredo desta bebedeira)


Até aqui tudo bem...ou não!!!


Lá comprei os livros e mal eu acabara de os comprar, vieram ter comigo umas excelentíssimas, para me convidarem a passar uns bons momentos a ser praxado. Eu, como é lógico aceitei o convite (aliás!!! eu para dizer a verdade até gosto de ser praxado por mulheres...se forem boas melhor!!!).


Desloquei-me para o sítio onde a praxe decorria e pousei os livros ao pé da entrada da escola.


Pronto!!! lá tive que fazer, na praxe, umas figurinhas de urso (pa dizer a verdade até foi mais, uma figurinha de touro...tive, na verdadeira asserção da palavra, a ser toureado...sim espasmem-se...toureado), entre outras coisas, que já não me recordo (já vão perceber porque é que eu não me recordo...).


Passado algum tempo, pediram-me para ir fazer uma serenata a umas excelentísimas, que estavam à janela de uma casa, que ficava do outro lado da rua, e eu como um bom cavalheiro que sou, fui lá.


Bem!!! como elas estavam a janela começei-lhes a cantar aquela música do Vitorino intitulada "meninas estás à janela".


Foi quando acabei de cantar esta canção, que uma excelentíssima dirigiu-se para mim e me perguntou isto:


-Caloiro!!! gostas de copos?


E eu repondi-lhe nestes termos:


-Não!!! eu de copos não gosto. Gosto mais do conteúdo que estes possam ter no seu interior.


O que é que eu fui dizer...


Fomos os dois pa tasca


Quando lá chegámos, já lá estavam uns poucos de gajos (de excelentíssimos) a enfrascarem-se. E convidaram-me a sentar e a beber também e eu como só tinha aula de anatomia às 5 horas e ainda faltava 2 horas para ter aula sentei-me e bebi também.


Mas antes disso tive que ir à cozinha da tasca pedir à mulher um copo pa mim e mais uma "picheira" (como se costuma dizer!!!). Foi então que um homem (acho que era o marido da dona da tasca) me disse que eu já não saia dali vivo. Eu virei-me para o homem e disse-lhe:


-Tenho que sair!!!, logo à noite é o jantar o caloiro e eu tenho que ir.


Lá me sentei ao pé deles a beber também. A bebida era traçadinho e como diz o ditado: grão a grão enche a galinha o papo, também eu, copo a copo, "picheira" a "picheira", ia-me embriagando cada vez mais. O tempo passou...e eu tinha que ir assistir à aula de anatomia.


Disse-lhes que tinha que me ir embora, porque ia ter aula de anatomia e tinha deixado os livros ao pé da entrada da escola e tinha medo que mo roubassem.


Levantei-me da cadeira...e conheçaram-me as pernas a tremer. Eu achei aquilo um bocado estranho. Quanto mais não seja, porque tive 2 horas a beber traçadinho sentado numa tasca.


Lá passei a rua (um bocado torto) para o outro lado, para ir para a escola e pego nos livros, para me dirigir para  aula de anatomia...mas por incrível que possa parecer... eu falava para toda a gente, mesmo pessoa que nunca tinha visto à frente dos olhos.


Bem!!! pensei eu que só estava um bocadinho alegre e que isto já ia passar...mas não passou!!!


Sentei-me na sala de aula e passado um bocado a bebedeira começou a bater fundo. Eu começei a mexer-me muito...olhava para o quadro e via a dobrar, sim!!! repito,  a dobrar...até por momentos, eu cheguei a adormecer em plena aula.


A prof reparou em mim e os meus colegas estavam sempre a mexerem-me e a falar comigo, não fosse eu fazer alguma coisa de estranho (se é que ir para as aulas de anatomia bebedo seja uma coisa completamente normalíssima!!!).


A prof decidiu fazer intervalo, o que é certo, é que eu já não fui mais à aula levantei-me a muito custo (pois eu tinha as pernas completamente dormentes) e os meus colegas ajudaram-me a sair da sala. Foi então que a prof dirigiu-se para mim e... só me lembro de acordar na sala de enfermaria lá da escola com a prof a medir-me a pulsação.


Fiquei lá por um bocado, mas uns colegas meus foram lá buscar-me e levaram-me a beber café e a comer um bolo de cholate para restabelecer o açúcar no sangue.


Eu comi, bebi e fui para a entrada na escola ...mas passado um bocado... vomitei tudo em cima das minhas calças (era mesmo essa a intenção). Só que eu tinha que ir para o jantar do caloiro e não tinha roupa para vestir. Foi então que um colega meu foi a casa dele buscar-me umas calças para eu vestir.


Pronto andei lá à volta a andar... sempre a andar, com uns excelentíssimos, para fermentar o álcool e fui mudar de calças a um café (ao cartola pa quem conheçe Coimbra!!!).


A verdade, é fui para o jantar do caloiro com uma borracheira tal, que toda a gente, só pelo bafo a álcool, que a minha boca expelia, sabia que eu estava um bocadito bebedo.


Mas jantei (de mãos atacadas!!!), passei pelo túnel da morte (túnel em que os trajados estão com as capas todas em formas de túnel e nós temos que passar por baixo das capas...nem vos digo que se passa lá dentro do túnel), bebi mais , saí ainda à noite para uma discoteca (Via latina!!!) e por incrível que possa parecer até fiz um "Strep Tease"!!!


Bem!!! o que é certo, é que os meus pais, nem sabem, nem sonham com esta aventura. A minha mãe, ainda desconfiou quando cheguei a casa com as calças cheias de vomitado, mas disse-lhe que um colega meu me tinha vomitado em cima.


Depois desta bebedeira que apanhei, quando ainda decorria as primeiras semanas de aulas, tudo ficou diferente para mim e até os excelentíssimos no dia a seguir, fizeram-me todos uma vénia, por eu ter sido o primeiro aluno da escola, em mais de 100 anos que ela possui, a se ter cabritado no hall de entrada da escola.


Foda-se!! eu sou grande...Muito grande!!!

publicado por Pica às 20:50
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Terça-feira, 23 de Março de 2004

23 de Março de 1985

Há 19 anos e 9 meses atrás, os meus pais estavam os dois deitados sobre a cama.


Foi neste cenário que o meu pai vira-se para a minha mãe e diz-lhe:


-Queres brincar aos enfermeiros? (de certeza que não foram estas as palavras utilizadas pelo meu pai, mas o efeito foi o mesmo!!!)


A minha mãe muito prontamente respondeu-lhe:


-Pode ser, mas cuidado!!!, porque os meus pais estão no quarto ao lado e podem ouvir tudo...(esta piada só os meus amigos mais intimos é que a vão perceber...um dia conto-vos porquê...!!!)


E pronto!!!, começaram a estudar a anatomia do corpo um do outro. O que lhes mais interessou foram, os órgãos genitais um do outro. Foi aí que o meu pai descobriu para que é que servia aquela "coisa", (que mais parecia uma taco de basebol com duas bolinhas arredondadas ao lado), que tinha e a minha mãe descobriu, porque é que tinha uma "racha", que estava situada entre as pernas e se abria desde a parte superior, até à parte inferior, dessa dita zona.


Mas durante a dita cuja investigação, a confusão foi muita. E voçês perguntam:


-Então e porquê:


Ora!!! o meu pai andava sempre indeciso, ora mete, ora tira, ora mete, ora tira,(também podera, não sabia para que é que servia aquele barrotezito) e, a minha mãe ora dizia sim, ora dizia não, ora tira, ora põe...era uma confusão danada.


O que é certo, é que a minha mãe começou a sentir-se enjoada e cheia de tonturas durante algum tempo, para não falar das cãimbras que de vez enquando lá apareciam.


Até que um dia, a minha mãe, já farta de ter aqueles sintomas, disse ao meu pai para eles irem ao médico.


O médico olhou e examinou aqueles sintomas todos e disse-lhe aquilo era capaz de ser da tensão, ou então alguma outra doença nunca antes vista em todo o Mundo.


A minha mãe, lá aceitou o diagnóstico do médico e pediu "baixa" para descançar um bocado. O que é certo, é que começou a comer como louca e naturalmente a barriga dela inchou.


O meu pai, bem que desconfiou e até lhe disse:


-Bolas!!! deves ter alguma bicha solitária dentro da barriga. Já viste o que tu comes?


A minha mãe respondeu-lhe:


-És capáz de ter razão!!! eu, até de vez enquando, sinto aqui alguma coisa a mexer!!!


O tempo passou e estes sintomas não haviam maneira de passar. A minha mãe comia como um obeso e engordava cada vez mais, o meu pai preocupava-se cada vez mais com a saúde dela, pois ele tinha casado com a rapariga mais bela da freguesia e agora tornava-se, a passos largos, como a rapariga mais feia do Mundo.


Até que certo dia, a minha mãe sentiu umas águas a verterem pelas pernas abaixo e muitas dores. Aí o meu pai teve esta reacção:


-Ó Caraças!!! já não basta comeres por dois, ainda por cima te mijas pelas pernas abaixo!!! Tou lixado contigo.


É certo, que as dores eram tantas que resolveram dirigir-se ao hospital mais próximo. Quando os meus pais lá chegaram o hospital mandou-os para um tal edíficio chamado Maternidade. Os meus pais sentiram-se indignados e preocupados, pois não sabiam que sitio era aquele para onde lhes estavam a mandar.


Esse edífício chamava-se Maternidade Daniel de Matos e os meus pais quando lá chegaram, viram muitas pessoas de bata branca a correrem de um lado para o outro e a dizerem:


-Vai tudo correr bem!!!, não se preocupe, daqui a nada já sai cá para fora!!!


Foi então que o meu pai vira-se para a minha mãe e diz-lhe:


-Porreiro!!! estes seres falantes, que possuem bata branca, disseram que ia tudo correr bem e que daqui a bocado já saia cá para fora...finalmente vão-te tirar a bicha solitária que está na tua barriga e vais voltar ao normal!!!


Bem!!! a minha mãe berrava como tudo, o meu pai tremia por todos os lados e aqueles indíviduos de bata branca, andavam cheios de pressa, de um lado para o outro, a mexerem em coisas muito esquisitas e a falarem uns para outros.


A minha mãe já estava a estoirar, parecia que a barriga dela ia rebentar a qualquer momento, até que deu um berro enorme e ouviu-se um som estranho:


-PLOC!!!...HUÁ!!!...HUÁ!!!...HUÁ!!!...HUÁ!!!...HUÁ!!!


O meu pai olhou muito sério para a minha mãe e a minha mãe fizera o mesmo para o meu pai.


Foi então que aqueles indíviduos de bata branca, deram uma coisa muito pequenita e muito fofinha para as mãos da minha mãe. O meu pai espantado ficou boqueaberto a olhar para tal fenómeno...foi então, que depois de todo este espéctáculo, disse:


-Foda-se!!! essa merda é que é a bicha solitária que estava dentro da bariga do meu amorzinho... mas tem braços... e pernas... e olhos... e boca...é tão gira... é tão bonita... posso ficar com ela?


Os índividuos de bata branca olharam uns para os outros e disseram:


-É todo seu, não quero cá nenhuma bicha sólitária ao pé de mim...Foda-se!!! daqui a alguns anos, essa bicha solitária, em vez de comer a comida que a tua mulher ingeria, vai-te "comer" dinheiro todo...por isso fica tu com ela... é toda tua!!!


O meu pai e a minha mãe ficaram todos contentes por agora terem um animal de extimação novo. Ainda me lembro do meu pai ter a seguinte expressão:


-Bem!!! já temos um cão, um gato e dois piriquitos, agora temos uma bicha solitária de extimação. Temos que ir a uma loja de animais comprar-lhe comida!!!


 Tudo isto aconteceu no dia 23 de Março de 1985.


Acontece que, essa tal bicha solitária, tem sofrido inúmeras metamorfoses ao longo do tempo e hoje em pleno século XXI, transformou-se num belo Ser Humano...que por acaso até Sou Eu!!!.


É por tudo isto que digo:


PARABÉNS A MIM MESMO!!!


(Pronto!!! e para os meus pais também)

publicado por Pica às 20:42
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Segunda-feira, 22 de Março de 2004

É Injusto...

Olhem bem para esta menina aqui...e vejam o que ela têm de tão especial


(mas olhem muito bem para ela...para o decote, claro!!!)


Mamas.jpg


 


Já não me lembro quem me mandou esta imagem, o que é certo é que resolvi partilha-la com voçês.


Foda-se!!! agora descobri porque é que as meninas são melhores alunas que os rapazes. Se eu tivesse umas mamas daquelas também metia lá para dentro o copianço...(e que belas que elas são!!!)


Depois, dizem que existem mais mulheres no ensino superior que os homens... Podera, com tanto estudo que elas possuem, é natural que estejam em maior número que nós.


Eu (utilizando uma hipérbole) farto-me de estudar e depois, apareçem matronas como esta (que possuem atributos tais), que põem os meus estudos por água à baixo.


Assim não há enfermeiro que resista...


 

publicado por Pica às 23:20
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 20 de Março de 2004

Finalmente Consegui!!!

Finalmente consegui!!!


Passei os últimos dias a trabalhar arduamente para conseguir mudar o visual do meu blog.


É que eu não sou própriamente um informático e não sei editar templates em html (por isso é que vou para enfermagem!!!).


Bem!!! mas depois de dois dias a trabalhar, a copiar, a colar e a fazer sem lá mais o que, consegui mudar o visual do meu blog.


Mas o culpado é o sapo que só nos disponibiliza 7 templates para colocarmos no nosso blog e não nos ensina a editar novos. E eu que já começava a estar farto do meu, resolvi mudar para este.


Está um bocado abixanado (com "PEACE" e tudo...), mas também só os abixanados é que vêm ver os blogs dos outros e comparar se o deles é melhor que os dos outros.


Mas o meu objectivo, com este novo visual, é também atrair mais meninas a visitarem o meu blog (se é que não são só as meninas que o visitam!!!).


Pronto agora que já o editei espero que gostem do resultado!!!


E visitem-no mais vezes...


Tá Bem Caralho? 

publicado por Pica às 18:02
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 18 de Março de 2004

As Histórias do Avozinho

Hoje vou abrir um espaço dedicado aos mais novos.


Intituleio de: "As histórias do Avozinho", já que são histórias como estas, que nos fazem relembrar as nossas infâncias, quando estávamos na casa dos nossos avôs e estes nos contavam histórias para adormecer (Bem!!! falo por mim!!!).


Estas histórias, embora sejam semi-escritas por mim (já que me inspirei noutras já existentes), pertendem ser como um despertar de atenção para todos nós (e se houver algum pequenito que as esteja a ler, um bom ensinamento para a sua vida futura).


CANDEIAS QUE VAI ADIANTE


No Inverno faz frio, cai a neve (em alguns sítios...). Mas a formiga está quente. Que importa que o vento uive, que chore, que se lamente? Nos dias lindos de Verão sabe tão bem trabalhar!!! (já vão perceber porquê). O Sol ilumina a terra, e a formiga, grão a grão, fartou-se de enceleirar.


Agora que a chuva cai, que a neve com alvo manto cobriu todos os caminhos, a formiga, descansada, muito quentinha em seu canto, vai fazendo jantarinhos.


Tem a casinha arrumada. O frio não chega até lá. De Verão correu apressada, mas agora, regalada, a despensa recheada, vive que nem um paxá (espero que saibam o que é!!!).


No fogão arde uma brasa. A mesa está bem posta - e bem posta- até abre o apetite. Do que é bom sempre se gosta... Lá fora a noite está escura (não se vê, não há janela...), mas aqui não há negrura, a luz ilumina a casa.


Por isso meus amiguinhos, sigam este bom conselho, que lhes dá quem já é velhinho (pois...) O que é Verão para a formiga, para nós é mocidade. Façam todos como ela, trabalhem enquanto há Sol, em novos, na vossa idade. Depois, quando for Inverno, quando a velhice vier, gozareis como a formiga e que bem há-de saber...


Ter um pezinho de meia, nem ralações nem cuidados, a dispensa sempre cheia, viver muito sossegados...


Trabalhai enquanto é tempo, não deixeis correr os meses. Lembrai-vos que há um ditado que é curto mas diz bastante: «Candeia que vai adiante... alumia duas vezes!!!»


Durmam bem!!!    

publicado por Pica às 22:48
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 17 de Março de 2004

Educação Para a Saúde

Ontem contei-vos o que me aconteceu na casa de banho da escola onde estudo. (para quem não leu o artigo vá já imediatamente lê-lo!!! Eu disse já imediatamente!!!)


Foi então que depois de publicar o artigo me lembrei que, muitos de voçês não sabem como se formam esses peculiares gases intestinais, que nos saem pelo orifício mais a sul do nosso corpo (se calhar, até é o orifício mais importante que possuimos!!!).


Portanto, vou começar a minha primeira sessão de educação para a saúde, utilizando uma linguagem simples e assessível a todos nós.


Então cá vai:


PORQUE DAMOS PEIDOS?:


Quando comemos, engolimos por vezes, ar a mais. O oxigénio é, em parte, absorvido pelo organismo, os restantes gases passam para o intestino grosso com os alimentos não utilizáveis, que se transformam, pouco a pouco em fezes. Essas fezes acumulam-se no recto (que é um pequeno corredor no fim do intestino grosso). É aqui, que os gases que as fezes contêm, fazem pressão no anûs e é devido a essa pressão que surgem os Peidos.


PORQUE CHEIRAM MAL OS PEIDOS?:


O cheiro dos peidos é devido ao hidrogénio sulfuroso, um gás produzido no intestino grosso durante a decomposição dos alimentos. Alguns alimentos fermentam muito (como são os casos dos feijões brancos, couve...) e provocam, muitas vezes, peidos com um pivete horroroso.


COMO SE CHAMA UM PEIDO SILENCIOSO QUE CHEIRA MUITO MAL?:


Esse peido, temível para os que estão perto, é chamado uma bufa. (o que diz a bufa para o peido?... vai tu à frente porque tens buzina!!!)


PORQUE ARROTAMOS?:


Quando engolimos demasiado ar, ou depois de termos bebido uma bebida gasosa, o estomâgo incha. O ar sobe, então, pelo esófago (que é o tubo que liga a boca ao estomâgo) e nós expelimos esse ar sob a forma de arroto.


Pronto!!!


Está assim completa a minha pequena, mas útil sessão de educação para a saúde.


Espero que tenham ficado esclarecidos!!!


Pode ser que, num futuro próximo, faça mais acções como estas.

publicado por Pica às 17:11
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 16 de Março de 2004

Um Alívio de Pôr os Ouvidos em Pé

Hoje aconteceu-me uma coisa inesperada na casa de banho da escola (pronto!!! bastei eu a falar em casa de banho e voçês começaram logo a pensar em outra coisa que não vem muito aqui para o caso).


Quando eu disse à pouco que foi uma situação inesperada, referia-me literalmente à verdadeira etiologia da palavra (já vão perceber porquê).


Estava eu a acabar de almoçar quando me senti um pouco apertado na zona urinária, ou seja, deu-me a vontade de mijar!!!


Mas, como eu já estava atrasado para a aula de anatomia, já não fui à casa de banho. Acontece, que quando cheguei à sala de aula, a professora de anatomia ainda não tinha chegado e então, devido a eu ter um pingo de urina na ponta da uretra que já me estava a incomodar e a dar-me tão grande aperto urinário, aproveitei e dei uma corridinha até à casa de banho para aliviar esta necessidade fundamental que é tão importante para a manutenção da homeostasia do corpo humano.


Quando lá cheguei, encontrei um colega meu que estava na mesma situação que eu, embora ele já estivesse naquela situação em que se mete o orgão sexual masculino para dentro das calças e aperta-se o fecho da dita roupa, ou seja, já tinha mijado!!!


Eu preparava-me para fazer exactamente o inverso, que este meu colega enfermeiro estava a realizar, quando aparece um outro colega meu para efectuar a mesma acção que eu iria futuramente fazer.


Tudo isto parecia normal dentro de uma casa de banho de uma escola superior de enfermagem (apesar de estar três gajos dentro da mesma casa de banho...).


Mas por incrível que possa parecer, estavam reunidas todas as condições para acontecer algum acontecimento totalmente imprevisto.


Acontece que, o meu colega que tinha acabado de efectuar a sua mijadinha da tarde preparava-se para encher as mãos cheias de água e atirar a dita água sobre nós. E foi exactamente isso que ele fez. Eu e o meu colega que estava a urinar não nos conseguimos desviar a tempo e molhamo-nos um pouco na camisola (com água não foi com mijo!!!).


Calma!!! a história ainda não acaba aqui.


Foi então que começámos a barafustar com esse meu colega que nos molhou. Mas de repente e sem estarmos à espera, apareceu o nosso antigo professor de Psicologia.


Esse colega que tinha feito aquela brincadeirazita foi-se embora e ficámos dentro da casa de banho eu, o meu colega que também estava a mijar e o professor de psicologia.


Foi então que tudo aconteceu.


O professor disse boa tarde e nós como educados que somos, retribuímos esse acto tão bondoso e dissemo-lhe boa tarde também.


O homem, sem mais demoras dirigiu-se para uma sanita e fechou-se lá dentro. Nós, acabámos de expelir os líquidos que outrora permaneciam dentro das nossas bexigas e estávamos a preparar para lavar as mãos (acto muito importante tanto a nível social como a nível enfermeiresco).


Foi então que ouvimos um som estranho de dentro da porta onde se encontrava o professor.


E perguntam voçês:


-Mas que som era esse?


E eu com a maior prontidão vos respondo...UM PEIDO!!!


Mas não era um peido qualquer, este peido assemelhava-se a uma corneta muito bem capáz de levantar um batalhão de soldados adormecidos para estes fazerem exercício matinal.


BUUUUUUUUUUUUUUMMMMMMMMMMMMMM!!!


Aquela merda mais parecia um alarme de bombeiros quando estes são chamados para apagar algum incêndio.


BUUUUUUUUUUUUUUMMMMMMMMMMMMMM!!!


Definitivamente era um peido que trazia classe, bom gosto, requinte e principalmente acústica à mistura. Homens que se peidam assim sabem bem o que querem, são homem que vencem na vida fácilmente e que são extremamente ambiciosos. (se não o são passam a ser!!!)


Peidos como este merecem uma condecoração nacional (e chega de comparações!!!...acho que já perceberam a ideia).


Bem!!! eu e o meu colega saimos para fora de casa de banho e já devem ter imaginado a rizota que foi.


Foi a tarde toda a relembrar aquele enorme e tão precioso peido dado por tão sábio homem.


Foda-se!!! lá por o homem ser professor de Psicologia também tem o direito de se peidar ou não?


Bem!!! agora quando o encontrar pelos corredores da escola nem sei bem como é que o vou encarar (se calhar o prof até vai ficar conhecido como o car de cú, ou o rabinho dodot!!!).


Mas a vida continua e à que expelir cá para fora todas as agressões do meio ambiente para com o nosso organismo.


Por isso não se preocupem e sigam o exemplo do nosso professor de psicologia e CAGUEM-SE para tudo isto, porque a vida são só dois dias e temos que a proveitá-la ao máximo antes que nos arrependamos de não o fazer. 


(Ainda dizem que os fenómenos acontecem todos no Entroncamento!!!)

publicado por Pica às 21:40
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 15 de Março de 2004

Pernocas à Mostra? Onde?

Hoje o dia começou bem solarengo e desde logo os efeitos que um dia de sol proporcionam, começaram a reflectir-se na população portuguesa em geral e na população feminina em particular.


E preguntam voçês:


-Mas ó Nunito onde é que queres chegar com esse paleio todo?


Muito simples!!! E tudo se explica como dois e dois é igual a quatro, ou seja, sol mais calor igual a... meninas despidinhas de perconceitos (perceberam?).


Foi exactamente isto que aconteceu em Coimbra (e de certeza no resto do País também!!!) e mais própriamente na grandiosa Escola de Enfermagem Ângelo da Fonseca, que se transformou no sítio de maior concentração de Enfermeiras de mini-saia por metro quadrado.


Bem!!! Devo dizer que, em algumas delas, as pernocas ao deus dará, ficam melhores do que a outras, mas já como o ditado o afirma: o que conta é a intensão.


E não é que elas andavam todas cheias de boas intensões?


Foi um regalo para os olhos de quem as via. Era umas atrás das outras (claro que eu não me fiz rogado e observei tão belo fenómeno). Devo dizer que até foi um dia bem passado!!!


Não sei quem inventou as mini-saias, mas o indíviduo que as inventou, deveria ser nomeado para um Prémio Nobel (para aí um Prémio Nobel da Saúde, porque quando olhamos para belos membros inferiores semi descapotáveis, sentimo-nos logo com uma saúde do caraças!!!...não se façam de mal intendidos voçes sabem bem do que é que eu estou a falar).


Bem antes de terminar gostaria de dar um conselho às lindas meninas (e às que são menos bonitas...bolas elas também têm direito!!!) destes Portugal inteiro:


-As mini-saias foram criadas para fins recreativos, por isso usem e abusem delas, que eu estarei aqui deste lado para observar os seus belos resultados nos vossos membros locomotores.


(Bem!!! se ainda não chegou a Primavera e é o que é... nem quero pensar quando chegar o Verão!!!)


Txau!!!    

publicado por Pica às 19:57
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 14 de Março de 2004

A Típica Família "Portuga"

Hoje queria compartilhar com voçês uma experiência que vivi em pleno Centro Comercial.


Primeiro, não consigo perceber porque é que alguns Centros Comerciais estão abertos ao Domingo à tarde.


Haverá coisa mais deprimente do que um Shopping num Domingo à tarde?


Sim, (estarão todos a dizer neste preciso momento) o João Pedro Pais é mais deprimente!!!


Bom, não poso deixar de concordar, mas hoje quero falar sobre este assunto e acabou!!! O blog até é meu!!! e mais nada...


Portanto, dos mais petizes até aos mais aventurados octagenários,(passando também pelas meninas de 20 anos, se for possível pedir muito que sejam, na verdadeira acerção da palavra, todas boas...) todos participamos no triste espectáculo com que nos brindam semanalmente estas superfícies comerciais.


Assim, segundo a minha longa pesquisa dentro de um centro comercial (que demorou apenas meia hora), reparei que os clientes mais frequentes são de facto, os adolescentes de 14 e 15 anos, mas também todos nós fizémos figura de urso quando passámos por aquela idade (tenho que vos contar algumas histórias a esse respeito), por isso compreendo e não critico!!!


Os menos frequentes são seguramente os velhinhos, que se não forem para lá pastar iriam para outro lado qualquer (o que é perfeitamente compreensível!!!).


Agora, o que me deixa realmente de cabelos em pé (e olhem que eu ainda tenho muito cabelo...na cabeça!!!), são as famílias INTEIRAS que parecem crescer por geração espontânea  apartir do príncipio activo de restos de Happy Meal.


E é precisamente sobre este assunto que vos queria falar. Hoje descobri em pleno Centro Comercial a típica família "Portuga".


Normalmente, em média, o agregado familiar é composto por 5 elementos. São eles: os progenitores (pai e mãe) e os três putos ranhosos e barulhentos que os acompanham.


O pai é o cabecilha do grupo e é, normalmente, o macho dominante por exelência: fato de treino NIKERS com cores berrantes, camisolinha sem mangas (de preferência de alças), sapatilhinha RETROOK e é claro a barriguinha de adepto da cervejola. A mãe é o protótipo do terror de uma "sufragista"(para quem não percebeu a piada... sufrágio é uma prece pelos mortos): cabelo loiro com raízes pretas (continuo a não perceber porque raio pintam elas as raízes... mas enfim...), casaco vermelho com enchumaços nos ombros, saia verde e a inevitável camisa de viscose amarela, onde se vislumbra a banha (que segundo a própria, é devido a ter parido três vezes!!!) Os putos para além de comer e cagar tudo, berram que se fartam e têm um distinto cheiro a "merda" (acho que tou a ser o mais simpático possível).


As relações entre os elementos do grupo são, no mínimo curiosas. O pai vai à frente a criticar tudo e ai da mulher se não concordar com um concludente "Ora bem..."; "Olha agora é que disseste tudo..."; "Realmente é preciso não ter vergonha..."(estes são só alguns exemplos).


Se a senhora pára e vê algum trapinho que lhe agrade recebe logo uma carinhosa lambada acompanhada de um "anda lá embora ou daqui bocado comes mais". A criançada não pára de berrar, e novamente o pai brinda a mãe com outra carinhosa traulitada seguida de um "cala-te ó Rubén Nélson e separa a Cátia Soraia da Solange Vanessa". Ora como todos nós sabemos, controlar três petizes chatos e irrequietos é impossível, daí que a mulherzinha vai apanhar porrada todos os dias (ou seja 365 dias, se for um ano bissexto tem azar, porque é mais um dia a levar nas trombas), sempre com um sorrizinho rasgado de esmurradela a esmurradela.


Isto é que é lindo... É isto que nos faz estar na cauda da Europa e que nos enche o Ego de orgulho!!! (tou a ser irónico!!!)


É esta a típica família Portuguesa!!!    

publicado por Pica às 23:12
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 13 de Março de 2004

O Perigo das Gajas Boas

Ontem soube a nota que tirei na frequência de Anatomia. Tirei 11.


Para mim até é fixe (tudo o que seja acima de 10 é bom), o problema é que o resto do pessoal da turma foi tudo corrido a 17 e a 15.


Mas acho mesmo que o problema de tudo isto é da gaja que costuma estar ao meu lado na sala, que é um manjar que só de olhar para ela, deixa-nos o nabo a latejar (a sorte dela é ela não ser da minha turma).


Mas a "miúda" não é a única... existe mais umas 5 ou 6 que são, diria mesmo, divinais!!!


Acontece que este mundo da saúde está rodeado de gajas e todas elas são potenciais candidadas a Miss Enfermeira 2004!!!


Até a enfermeira que andou-me a orientar no Centro de Saúde que eu fui à uns dias atrás (ler artigo do dia 9 de Março) era toda produzida (só é pena já ser casada e mãe de filhos...)


Pois é!!! são estes os perigos das gajas boas. Para além de fazerem com que nós tenhamos miseráveis notas nas frequências, mais propriamente na frequência de Anatomia, gastam-nos o dinheiro no telemóvel (já que quando não temos mais nada pa fazer a primeira coisa que fazemos é mandar uma mensagem a elas ou telefonar-lhes).


É um risco que temos de correr, já que na vida é preciso fazer sacrifícios para vencer.


Mas eu até dou graças a Deus por ter criado tão belo especíme (e cada vez mais em vias de extinção) à face da Terra. O problema é que os gajos todos feios e com impotência sexual acabam por ficar com elas todas, o que é mau sinal, porque para além de boas também são burras (afinal não são só as loiras que o são).


Isto leva-nos a fazer gastos imesuráveis na conta do telefone (está aqui explicado a razão do falta de dinheiro no telemóvel).


O pior é que nós não conseguimos libertar do encanto delas e da beleza natural (bem às vezes não é tão natural assim...) que elas possuem.


Mas foda-se!!! se elas são boas temos que ser sinceros. Se elas passam ao nosso lado nós olhamos, se elas estão no outro lado da rua nós assobiamos, se elas estão a falar conosco nós elogiamos e mais nada!!!


Agora pergunto:


-Com tanta gaja boa, que anda para aí ao Deus dará, será que nenhuma gosta de gajos bons?, de gajos com personalidade?, de gajos com carisma pessoal (e sexual também, já que é isso que lhes interessam)?


Tenham cuidados (é um aviso do Nunito) há gajas boas e gajas boas. Há gajas boas que gostam de puro divertimento na cama, gajas boas que são mesmo boas por dentro e por fora (se bem que me entendem!!!. São estas, que na minha opinião, são as mais apropiadas para um futuro relacionamento) e gajas boas que (utilizando as palavras do Fernando Rocha) são puras e angélicas...(são estas que na altura de fazer amor só se ouve o: Aí Meus Deus!!!, ou o: Aí Virgem Santíssima que é tão bom!!!. Ou seja só nomes de santos. É engraçado porque eu também vou a Santos...será que...bem!!! não interessa!!!)


Bem!!! vou terminar. Mas antes de despedir-me gostaria de desejar-vos uma boa sorte na caça aos Gambosinos (perceberam esta?. Sim gambosinos porque...aqui vai mais uma frase bonita do Nunito: Não existem nem homens, nem  mulheres perfeitas, mas sim existem homens e mulheres ideias...Só digo coisas lindas!!!)


Elas andam por aí!!! não desistam...(procurem bem debaixo da erva alta utilizando o palavriado pokemonziano: vou apanha-las todas!!! vou apanha-las todas!!!) já sabem na Selva só o mais forte sobreviverá!!!


Mas onde é que este Mundo vai parar...   


   

publicado por Pica às 12:34
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. Exp

. Fora com os D'ZRT

. Desabafos de Um Dia Exaus...

. Ao meu Paulão!!!

. Um Outro Portugal...

. Ha Bom!!! Afinal Faz Bem....

. Ao Fiel Amigo Barbeiro...

. Um Momento Poético

. Fogo!!! o mesmo Problema ...

. Dia Mundial de Luta Contr...

.arquivos

. Dezembro 2007

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds