Sexta-feira, 23 de Setembro de 2005

Ao Fiel Amigo Barbeiro...

Barbeiro.JPG

Hoje vou falar dessa lenda de homem, que durante centenas de anos, permaneceu íntegro e do qual temos imenso respeito, ficando imortalizado, por um tal que viveu em Sevilha. Esse homem é o Barbeiro.



A Barbearia é aquele lugar mítico do social. Noutros tempos era lá que se tratavam certas maleitas, onde se fazia a barba e se cortava o cabelo. Hoje apenas serve para os ditos cuidados capilares, relegando as outras funções para pessoal mais competente.



A Barbearia é um local recatado, situado nos subúrbios da cidade, ou num lugar onde a marginalidade se faz passar pela rua, onde a prostituição se tornou um hábito e onde o tráfico de droga é uma normalidade e por isso, já ninguém se importa com isso.



É neste local onde se conversa sobre os últimos reforços do Benfica (clube do povo!!!), onde se falava sobre o pénalti mal anulado à Académica, da crise dos aumentos dos impostos, da alteração do horários dos autocarros, da época das vindimas, das mulheres, dos males da sociedade e dos políticos…



É aqui onde se lêem as revistas (masculinas!!!) do mês passado, os diários desportivos do dia, onde se ouve as noticias na rádio e onde se apreciam as meninas que passam na rua.



É onde se afogam lágrimas, onde se contam tristezas e alegrias. Aqui o barbeiro é o nosso confidente, o nosso psicólogo e aquilo que apenas queríamos fazer, era simplesmente cortar o cabelo ou fazer a barba e acabamos por aprender várias coisas, sobre os mais diversos assuntos.



Os clientes são vários e da mais diversa estirpe.



Há o bêbedo que vai lá de 3 em 3 meses, quando já tem o cabelo tão encarquilhado que já não se consegue pentear, pois também ele, já não toma banho à vários dias.



Há o ciganito que, por razões óbvias, vai lá muito raramente (não tem dinheiro para tal) e apenas se desloca à escola, pois a professora, mandou uma carta para casa, porque o menino andava a infestar a escola toda com piolhos.



E depois há Sr. Dr. que vai ao barbeiro todos os meses, pois pensa que ir ao barbeiro é muito másculo, e como tem de manter uma imagem a defender tem de manter o cabelo apresentável, aproveitando o tempo também, para vangloriar-se do seu trabalho.



Enfim!!!, muito mais haveria por dizer sobre esta personagem, ficou aqui a homenagem a todos os barbeiro, por prestarem tão respeitável serviço público, de inegável importância.

publicado por Pica às 18:00
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De Anónimo a 30 de Setembro de 2005 às 21:55
Ok!!! Quando eu quando tiver um pouco mais de tempo e actualizar o blog, eu prometo que também meto aqui um link para o teu blog... eu depois faço-te umas visitinhas... Fica bem!!!Pica
(http://Picanucu.blogs.sapo.pt)
(mailto:NunitoSantos@iol.pt)


De Anónimo a 25 de Setembro de 2005 às 14:10
Tomei a liberdade de adicionar o teu blog aos meus links. Passarei aqui mais vezes.

Um abraçoJoão Miguel Pereira
(http://blog.joaomiguelpereira.com)
(mailto:joao@joaomiguelpereira.com)


De vitor a 22 de Fevereiro de 2014 às 21:07
nao entendi pq o nome e pica no cu e tem essas historias chatas


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. Exp

. Fora com os D'ZRT

. Desabafos de Um Dia Exaus...

. Ao meu Paulão!!!

. Um Outro Portugal...

. Ha Bom!!! Afinal Faz Bem....

. Ao Fiel Amigo Barbeiro...

. Um Momento Poético

. Fogo!!! o mesmo Problema ...

. Dia Mundial de Luta Contr...

.arquivos

. Dezembro 2007

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds