Domingo, 25 de Abril de 2004

25 de Abril Sempre!!!

Hoje é o 30.º aniversário do 25 de Abril (para os mais destraídos, o 25 de Abril foi feito em 1974...daí os 30 anos).


25 de abril.jpg


Mas não vos vou massacrar aqui, tentando deste modo, explicar o que foi o 25 de Abril. Acontece que depois de alguma reflecção sobre o tema, descobri que o 25 de Abril foi muito bom. Pelo menos houve alguma evolução a nível sexual e a nível de gajas (quanto mais não seja, pela maneira como elas hoje se vestem). Se não vejamos:


Antigamente, onde é que andavam as mini-saias? (era tudo abaixo do joelho e já era muito bom!!!)


Onde é que andavam, aqueles largos decotes, que vemos hoje nos seios de tão belas donzelas? (era tudo camisolinha gola alta...)


E os linguados? (nem beijinhos na boca se podiam dar quanto mais linguados!!!)


E os apalpanços? (é que nem sequer tocavas na moçoila!!!)


E (vamos lá ao que interessa) Foda? Será que se fodia antes do casamento em 1974?


(era o fodias...primeiro que metesses o mangalho no xiribititi da dama, tinhas que pedir licença ao pai, à mãe e ao padre da freguesia!!!)


E programas porno? será que se via pornografia naquela altura?


Era o vias...se quizesses ver alguma coisinha mais atrevida, mudavas a televisão para o canal 1 (o que não era muito difícil, pois naquela altura só havia um canal de televisão em Portugal) e ainda tocavas umas boas berlaitadas a ver o Engenheiro Sousa Veloso no seu TV Rural!!!


E preservativos? será que havia preservativos naquela altura?


(Bem!!! se formos ver o número de filhos por casais, que cada família possuía, percebece que, o substantivo preservativo não constava no vocabulário dos Portugueses)


(E como vem aí a Queima das Fitas) será que existia grandes bezainas na Queima de Coimbra?


E as fodas dadas em pleno Jardim da Sereia? Será que existiam? (era o davas!!!)


Por tudo isto, deêm graças ao General Spínola, ao Otelo Saraiva de Carvalho e principalmente ao grande Salgueiro Maia, por terem feito esta revolução que tanta coisa de novo trouxe ao nosso País. 


Eu diria até, que o 25 de abril foi mais que uma revolução, foi uma evolução quase a todos os níveis.


25 de Abril Sempre!!!

publicado por Pica às 22:41
link do post | comentar | favorito
|
13 comentários:
De Anónimo a 3 de Maio de 2004 às 01:09
Não era do pioka que estava a falar,mas pronto já lá vai.Eu sei que não és rabeta (espero mesmo que não).Gostei deste teu último comentário.Temos uma coisa em comum,defendemos as nossas ideias até ao fim.Convictos do que somos.Afinal não és assim menino da cidade e tal como parecia.Acho que no fim de tanto espicaçar vamos acabar por ficar amigos cibernéticos.Não vou embora,apenas é difícil comentar durante a semana.Se não fosse eu o que seria de ti.Mais uma vez digo que sou mesmo um poderio absoluto...No próximo fim de semana já comento outra vez e já terás de novo inspiração para novos posts.Ora não viesse eu chatear-te outra vez.Vais ter de continuar a aturar,só assim tens ideias melhores como o post das betas.Faz um post do José Castelo Branco com um dos títulos: Clone o simplesmente plásticas pra cópia? ou Qual será o verdadeiro sexo do José Castelo Branco?(Se é que o tem mesmo).Vai lendo os meus comentários pois foram eles que te começaram a trazer melhores ideias.Xau Piquinha ("amore")
P.S. Não vejas o filme onde isto aparece.BeijokasGyllenhall
</a>
(mailto:gyllenhall@iol.pt)


De Anónimo a 3 de Maio de 2004 às 00:50
Mesmo a seguir à abelha Maia e ao Monstro das bolachas e embora esteja no fim da lista, fico feliz só por lá estar!!!(na tua lista) :) E pela última vez eu não sou rabeta!!! e se te estás a referir ao comentário do pioka... nunca irás intender aquilo a que ele se referia, pois ele é um amigo meu e estava a referir-se a umas situações em que nós nos divertimos imenso... daí ele ter dito o que disse. Mas pronto adorei este despique a dois... E olha, acabámos de terminar uma discussão ideológica, que se calhar, tem a ver com o 25 de Abril se não vê: tu exprimiste sempre a tua opinião e eu exprimi sempre a minha, daí termos exercido sempre o mesmo poder cívico que a revolução de Abril nos proporcionou (liberdade de opinarmos uns sobre os outros). E mais, se não fosse o 25 de Abril, nem a blogosfera existiria. Agora na hora da despedida, deixa-me te dar um conselho: nunca deixes que os outros te tirem a tua liberdade de expressão... Adorei ter-te aturado durante estes dias todos. Portate bem Mazona!!!. Beijinhos críticos também para ti!!! Pica
</a>
(mailto:Picanucu@.qqcoisa.pt)


De Anónimo a 2 de Maio de 2004 às 12:35
Idolatrar-te acima de tudo,eu?Como tu és um caso perdido.No máximo vens a seguir à abelha maia ou ao monstro das bolachas (mesmo o fim da fila,onde tu estás).Não tenho nada contra os heterosexuais,muito pelo contrário,até porque pertenço a esse grupo.Qto ao facto de seres rabeta,vê por aí outros comentários sem ser os meus e vê se alguns não dizem o mesmo.Foi às minhas custas que tiveste a ideia para um post.O que seria mesmo deste blog e de ti sem mim...Pena é que começa a ser aborrecido.Vou comentar outros bolgs decentes.Adeus picaGyllenhall
</a>
(mailto:gyllenhall@iol.pt)


De Anónimo a 1 de Maio de 2004 às 22:27
Fã é uma pessoa que idolatra outra ou algo acima de tudo. E é precisamente o que tu fazes em relação a mim, embora não admitas (fico muito lisonjeado!!!). Se não é teu desgosto então porque é que queres que eu seja rabeta à força toda?, tens alguma coisa contra os heterossexuais? Eu tenho orgulho em ser heterossexual (agora tive uma ideia pa um post...)Jokitas Gyllenhall!!! Pica
</a>
(mailto:Picanucu@.qqcoisa.pt)


De Anónimo a 1 de Maio de 2004 às 12:36
Fã?!O k é que tu consideras por fã?É melhor ires ver ao dicionário.Só comento para te chatear (o que pelos vistos consigo sempre).No meio disto tudo consegui fazer com que te mostrasses convicto de alguma coisa,tenho que dar a mão à palmatória por isso,mas só por isso.Já agora,por que é que seria um desgosto meu se fosses rabeta?No máximo seria teu ou da tua família.É mesmo pica.Tb gostei da parte "pa senhora mazona",fica porreiro.Cumprimentos....Gyllenhall
</a>
(mailto:gyllenhall@iol.pt)


De Anónimo a 1 de Maio de 2004 às 00:38
Minha querida aldeã, ou melhor, Gyllenhall. Parece que temos fã!!! eu sei que gostavas muito que eu fosse rabeta, mas para teu grande desgosto não o sou, por isso por muito que continues com essa mania de me chamar rabeta e coisas assim do género não vou mudar de tendências sexuais. Já tou farto de falar contigo sobre este tema...portanto nem o vou continuar mais, pois se eu continuar a negar as tuas BELAS palavras vais dizer que tens sempre razão. Sendo assim fica na tua que eu fico na minha. Quanto ao nome do blog vou-te dedicar um post em especial para ti, para te esclarecer as dúvidas, tá bem? Mas gostei dos beijinhos e do Piquinha. Beijoquinhas pa SENHORA MAZONA Gyllenhallinha (também fica bem!!!) Pica
</a>
(mailto:Picanucu@.qqcoisa.pt)


De Anónimo a 30 de Abril de 2004 às 21:30
Ó rapazinho,menino da cidade,tão mau que ele ficou...Queres uma corda para amarrares o burro?Se não ele é bem capaz de fugir.Por que é que achas que mudaria de opinião se te conhecesse?Já reparaste que em todos os comentários que fizeste e até mesmo o nome do blog é mesmo de rabeta?Os teus pais até podem ser da aldeia,mas eu vivo numa.Portanto sei bem mais do assunto em causa do que tu,logo não posso estar a ensinar a missa ao padre,padre esse com tendências rabetas.Cuidado para não seres confundido na rua,ser bicha solitária deve ser lixado.Já agora é favor de me chamar SENHORA MAZONA,pois não tens nível para me chamar só de mazona.Beijinhos pró tão chateado piquinha. :*Gyllenhall
</a>
(mailto:gyllenhall@iol.pt)


De Anónimo a 29 de Abril de 2004 às 23:04
Foda-se e ela a dar-lhe!!!
Pronto tu é que tens razão é isso que queres que eu diga não é?
Só que para teu grande desespero continuo-te a negar as tuas afirmações...Tás a ensinar o Pai Nosso ao padre!!! Pois eu conheço bem a realidade das aldeias, pois os meus avós e pais são originários de algumas delas (embora, como tu gostas de afirmar, eu seja um rapazinho da cidade)
Quanto à questão da cidade de Coimbra, acho que todos temos um pouco de bairrismo daí defender a minha cidade, tal como tu defendes a tua (suponho eu) aldeia. (Não encares isto num sentido depreciativo). Não preciso de dar fodas com o kamasutra e aquilo "de ter relações sexuais contigo" era só para te espicassar mais um bocado. Até porque eu não vou pa cama com raparigas que não conheça bem. Quanto à questão do GAY, nem sequer vou expresssar a minha opinião sobre isso, pois nem sequer me conheçes para tares a afirmar isso, porque se me conheçesses mudarias rapidamente de opinião.
Sinceros cumprimentos do Pica para a mazona Gyllenhall. Assunto terminado!!! Pica
</a>
(mailto:Picanucu@qqcoisa.pt)


De Anónimo a 29 de Abril de 2004 às 13:40
Ó rapazinho,ainda confirmaste mais que és mesmo MENINO DA CIDADE.Antes do 25 de Abril que os casais pra namorar tinham MESMO DE ESTAR COLADOS AOS PAIS DA GAJA, muitas vezes até mesmo em casa dela, fodiam mesmo ali com os pais ao lado.Não acreditas?Vai aí a algumas aldeias e logo verás o que te dizem.Os bailes na época não eram como os de hoje,mas nem por isso os gajos eram corridos à porrada só por tocar na gaja,mais uma vez vai a algumas aldeias e logo verás.Coimbra pode ser capital seja lá do que for, mas ainda assim, continuas a ser um menino da cidade, dos piores.Lembra-te que Portugal não é só Coimbra nem mais uma ou duas cidades.Também existem ALDEIAS E OUTROS MEIOS MAIS PEQUENOS.Lá porque as fodas estão "liberalizadas" hoje em dia,antes do 25 de Abril tinham de ter mais imaginação para as dar.Já agora, só consegues foder com instruções do kamasutra?Mais uma prova de falta de originalidade...E já agora quem é que te disse que sou moçoila?Moçoila és tu seu GAY,que se quer encontrar comigo para me mostrar como é que se fode.Pensas que tenho as tuas tendências para a RABETICE?Vê lá se dás ao pedal nessa cabeça para ver se tens uma ideia decente.Com os mais ou menos cumprimentos,Gyllenhall
P.S. Até tenho outro mail caso queiras mandar as tuas MERDAS de respostas,pois não têm nível para estar num mail com outras mensagens DECENTES!Gyllenhall
</a>
(mailto:gyllenhall@iol.pt)


De Anónimo a 27 de Abril de 2004 às 22:48
Tou totalmente abismado com o teu comentário. Foda-se...conseguiste-me calar. Quanto aos gajos inspessionarem a foda e censurarem o que não lhes interessava, ainda isso acontece. A foda é mais que um acto de puro sexo, e cada vez mais os gajos e gajas apenas retiram aquilo que lhes interessa, ou seja não ligam nada aos sentimentos que a outra pessoa possuí.
Podes ter a certeza que vou gozar a minha liberdade de expressão ao máximo. Finalmente um comentário com pés e cabeça. Gostei!!!Pica
</a>
(mailto:Picanucu@.qqcoisa.pt)


Comentar post